24 de September de 2018

Caminhada alerta população sobre questões de saúde pública

Foto: Wilson Ruiz.

Mesmo com a chuva na manhã de domingo, foi realizada com sucesso a “ 1ª Caminhada Passos que Somam” com objetivo de divulgar as atividades da Associação de Pais e Amigos da Criança Autista Espaço Potencial. A saída foi na praça Athos Fragata com o percurso pela Avenida Tiradentes.

“Estamos atuando em benefício da pessoa autista. Agora temos como meta a construção do prédio do centro de reabilitação. Com certeza, toda a sociedade mariliense irá colaborar. Para essa caminhada comercializamos camisetas caracterizadas por R$ 20 já com esse objetivo. Agradeço a todos os colaboradores” afirmou Arsênia de Mello Rodrigues de Oliveira, presidente da associação.

Ela informa que o Espaço Potencial é uma associação que surgiu em 2009 da união de alguns pais e amigos de crianças e jovens autistas ou com transtornos globais do desenvolvimento. Para cobrir os custos da associação, eles contam com a parceria da Prefeitura Municipal, promoções e contribuições da sociedade.

O atendimento é de segunda a sexta-feira, com dois turnos, das 7h30 às 13h00 e o outro das 13h00 às 17h30, no contra turno da escola na sede localizada na rua Coronel José Bras nº 1.131. Recebem apoio pedagógico e tratamento específico, com psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudióloga e educador físico.

“Esse conjunto de atividades é essencial para a melhoria dos alunos. Cada caso é um caso. O  autismo afeta a socialização da pessoa devido a dificuldade de comunicação e do comportamento ambiental. Atualmente, há possibilidade de detectar a síndrome antes dos dois anos de idade. A cura ainda não é possível”, explicou Lourdes Santos, coordenadora pedagógica da entidade.

Reforço de outra caminhada

A caminhada do Espaço Potencial contou com a somatória dos integrantes do movimento “Maio Roxo” pelo dia de alerta às doenças inflamatórias intestinais.

“Juntamos as lutas com objetivo de levar informação à população.Temos certeza que o Espaço Potencial vai atingir seu objetivo. Enquanto isso, com relação aos problemas intestinais, alertamos que ao menor sinal de diarreia prolongada com muco, sangue, emagrecimento, dor abdominal e febre a pessoa deve procurar um médico especialista para investigação. As doenças inflamatórias intestinais – Doença de Crohn(DC) e Colite Ulcerativa(RCU) – existem e podem ser diagnosticadas e tratadas”, comentou médico gastroenterologista e proctologista Fábio Vieira Teixeira, membro da A BCD – Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn.

Entre na conversa...