18 de September de 2019

Prêmio Incentivo é sorteado para 300 servidores municipais

Foto: Wilson Ruiz.

A Secretaria da Administração realizou na tarde de segunda feira o sorteio do “Prêmio-Incentivo” ao servidor público. Trata-se de um reconhecimento aos funcionários mais assíduos e participativos na prestação das atividades em benefício da população.

No total, 300 funcionários foram sorteados (150 do exercício 2014 e outros 150 de 2015). Cada um vai receber, até maio, o valor de R$ 1.227,72 correspondentes à referência inicial da Prefeitura de Marília. “Todos os concursados que cumpriram as normas concorreram. Foram 2.300 referentes a 2014 e 2.600 a 2015. Além do incentivo aos servidores, haverá um recurso de cerca de R$ 369 mil importante para investimento na economia do município. O pagamento para todos será feito até maio”, afirmou o secretário de Planejamento Econômico, Rodrigo Zotti.

O prefeito Vinicius comandou o sorteio e parabenizou a todos pelo empenho na prestação do serviço público. “Este prêmio é muito importante porque beneficia o servidor que nos mostrou assiduidade no seu trabalho em benefício dos marilienses. Haverá também um recurso extra para investimento na economia da cidade num momento grave de recessão ecômica do país” afirmou.

O outro lado

Em sua página na rede social Facebook, o servidor municipal Simão Souza, atual presidente do PV (Partido Verde) de Marília, parabenizou os sorteados, mas deixou um alerta. Ele criticou a Administração de Vinícius Camarinha (PSB) ao afirmar que o “governo crescendo com sua gente comete o mesmo erro de anos anteriores”.

Para Simão, o sorteio e a premiação de cerca de R$ 1.200,00/cada para apenas 300 funcionários, dentre os mais de 5 mil funcionários da Prefeitura Municipal, deixa uma lacuna entre os servidores. Porém, ele reforça que não é contra o sorteio e explica que tal ato “é direito e está na lei, e tem que se fazer”.

Na verdade, ele é contra um problema real que este ato gera no servidor. Simão aponta que ao cumprir o dever de se fazer o sorteio, a Administração Vinícius Camarinha lembra a todos que ignora outras responsabilidades que o gestor público tem com os servidores públicos municipais. Ele cita as questões envolvendo as “licenças prêmios ou progressões vencidas, e as horas extras”.

Entre na conversa...