19 de October de 2018

Nascimento vai fazer novas denúncias contra o deputado cassado Camarinha

Eduardo Nascimento após a decisão favorável dada pelo TRE. Foto: Hailton Medeiros.
Eduardo Nascimento após a decisão favorável dada pelo TRE. Foto: Hailton Medeiros.

É mentira que advogados do deputado estadual licenciado para tratamento de saúde e agora cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TER), Abelardo Camarinha (PSB), perderam prazo processual, o que teria levado à decisão drástica da Corte. “Ele perdeu mesmo foi no mérito da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que eu ajuizei em 2014, onde foi provado seu vínculo com o jornal Diário de Marília, o extinto Correio Mariliense e as rádios da CMN (Dirceu AM e Diário FM), todos utilizados indevidamente durante a campanha eleitoral” – declarou o Eduardo Nascimento, ex-vereador que derrotou Camarinha na Justiça.

Tecnicamente, o deputado está cassado e portanto fora da cadeira que ocupava na Assembleia Legislativa, está inelegível por oito anos e teve os votos anulados” – acrescentou Nascimento, afirmando ainda que, “hoje, o sr. Abelardo Camarinha não passa de um cidadão comum, que terá de suplicar à Justiça o direito de continuar no cargo enquanto recorre destas decisões”. Ao HORAHtv, que acompanhou ao julgamento no TRE com exclusividade na última 5ª feira (28), Nascimento falou, ainda, que Camarinha não pode esquecer “que nós continuamos trabalhando para que a decisão da Justiça prevaleça e ele perca o mandato imediatamente”.

Peixe morre pela boca

O ex-vereador disse que seus advogados, liderados por Dr. Ademir Souza e Silva, que derrotou o staf jurídico de Camarinha no TRE, “já separaram jornais e entrevistas de rádio e de televisão sobre o episódio, para formular novas denúncias à Justiça por abuso do uso da mídia referentes às eleições de 2016, já que a prática continua a mesma, apesar da recente condenação”. Para Nascimento, “essa gente confia na impunidade sempre, a ponto de desafiar a Justiça o tempo todo e continuar fazendo das rádios, jornal e televisão um palanque eleitoral permanente”.

Para finalizar, Nascimento falou ao HORAHtv que não foi ele nem seus advogados e amigos que colaboraram nas representações judiciais os responsáveis pela cassação de Camarinha por 6 a 0. “O ex-deputado fica criticando a mim e a todo mundo, xingando, fazendo piadas, falando bobagens, quando, na verdade, quem cassou o mandato dele e o tornou inelegível foram os desembargadores e juízes do Tribunal Regional Eleitoral. Por que ele não xinga eles?” – concluiu.

Entre na conversa...