Cidade cara? Marília é campeã de gastos com eleições municipais

"Lixo eleitoral" espalhado nas calçadas dos postos de votação ". Foto: G1.
"Lixo eleitoral" espalhado nas calçadas dos postos de votação ". Foto: G1.

Marília é campeã disparada nos gastos com eleições municipais, tanto para prefeito, quanto para vereador, se comparada com cidades com quantidades de eleitores próximas a de Marília, ou até maiores.

A afirmação é baseada na nova determinação da justiça eleitoral para limitar os gastos nas eleições municipais de 2016. De acordo com a Resolução n.º 23.459 do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os gastos em 2016 estão limitados a até 70% do maior valor gasto nas eleições de 2012, corrigido pelo INPC daquela data até 30 de junho deste ano.

Os valores corrigidos foram publicados recentemente pelo Tribunal, ficando determinado para 2016 o limite de R$ 2.244.769,17 para eleição por candidato a prefeito e de R$ 186.607,32 por candidato a vereador.

Cidade cara

A Matra fez um comparativo entre Marília e cidades da região com quantidade de eleitores próximas utilizando o sistema mais justo possível, que é o  per capta, ou seja, quanto pode ser gasto no máximo por eleitor.

A conclusão foi que Marília gastará quase quatro vezes a mais que Bauru, por exemplo. Enquanto Bauru poderá gastar por candidato a prefeito até R$ 2,63 por eleitor, Marília poderá gastar até R$ 13,28. Isso representa mais de cinco vezes a quantidade de Bauru. Para vereador, Bauru poderá gastar até R$ 0,57, enquanto Marília R$ 1,10. O que representa quase duas vezes mais.

Em Presidente Prudente, para candidato a prefeito o limite é de R$ 5,32, enquanto Marília até R$ 13,28. Isso representa um limite duas vezes e meia maior. Para vereador, o limite é de R$ 0,79, Marília R$ 1,10. Ou seja, quase uma vez e meia mais.

São Carlos, para candidato a prefeito até R$ 7,06 e Marília R$ 13,28. Quase duas vezes mais. Para vereador até R$ 0,80, Marília R$ 1,10. Quase uma vez e meia mais.

Gasto excessivo em 2012

Para reflexão, a Matra chama a atenção do eleitor que essa enorme quantidade que Marília poderá gastar a mais que esses municípios nas próximas eleições, foi por conta do excessivo gasto nas eleições de 2012.

Outro dado que merece reflexão por parte do eleitor, que é o contribuinte do Fundo partidário, ou doador no caso de pessoa física, é que em Marília o gasto por candidato a vereador poderá ser até R$ 186.607,32.

O subsídio do vereador em nossa cidade é R$ 7.200,00 brutos, deduzindo-se a contribuição previdenciária e imposto de renda, o líquido será em torno de R$ 5.437,00. Caso o candidato gaste os R$ 186.607,32, demorará quase três anos para recuperar o dinheiro, no mandato de quatro anos. 

Entre na conversa...