20 de October de 2019

Prefeitura realiza várias ações de combate ao mosquito da dengue

Empresa de Três Lagoas/MG foi contratada pela Prefeitura por mais de R$ 1 milhão para fazer o serviço.

A Prefeitura de Marília – por meio das Secretarias Municipais da Saúde e de Serviços Urbanos e da Emdurb – intensificaram nesta sexta-feira (27), os trabalhos de combate ao mosquito transmissor da dengue no município. Outras ações importantes estão programadas para este sábado, visando o trabalho de eliminação dos focos, como atualização dos agentes e também nebulização nas escolas municipais.

Durante todo o dia, foram promovidas as ações de “rescaldo” do projeto Cidade Limpa, promovido em parceria com TV TEM. Nesta sesta, foram recolhidas cerca de 230 toneladas de materiais inservíveis nesta sexta-feira. Em cinco dias de trabalho já foram recolhidas mais de 1.170 toneladas de materiais que estavam nas residências, inclusive que poderiam servir de criadouro do mosquito.

Neste sábado, vamos promover uma ação em toda a área comercial do centro da cidade. Reitero que a população pode ficar tranqüila que faremos, até a quarta-feira da próxima semana, a coleta de todo o material descartado pelos moradores”, afirmou Avelino Modelli, secretário municipal de Serviços Urbanos.

A nebulização nas escolas sob responsabilidade do Município será realizada neste sábado como forma de não atrapalhar o andamento das aulas, segurança dos alunos e ao mesmo tempo eliminar todos os mosquitos adultos. Aliás, cada escola nomeou uma pessoa responsável que fica responsável pela eliminação de recipientes que possam se transformar em criadouros do mosquito.

Nebulização no Cemitério

A Secretaria Municipal da Saúde – por meio do setor de Divisão de Zoonoses – e em parceria com a Emdurb (Empresa de Desenvolvimento Urbano de Marília) – finalizaram nesta sexta-feira, os trabalhos de nebulização do Cemitério da Saudade.

“É um local que merece toda a atenção, pois concentra alguns recipientes que podem abrigar as larvas do mosquito. Por determinação do prefeito Vinicius, fizemos os trabalhos de nebulização em toda a sua extensão”, comentou Lupércio Garrido Neto, coordenador do setor de Divisão de Zoonoses.

Segundo o coordenador, as ações de nebulização também foram realizadas, durante todo o dia, no distrito de Rosália. “Disponibilizamos quatro equipes para atuar no distrito. Neste sábado, vamos promover as atividades de nebulização nas escolas, na unidade de saúde e em algumas instituições religiosas do distrito. Em Lácio também haverá uma mobilização da população – sob a coordenação da subprefeitura, que receberá o nosso apoio”, destacou Garrido Neto.

Atualização Técnica

Outra ação prevista para este sábado pelo setor de Divisão de Zoonoses é um curso de atualização de técnicas de nebulização para os profissionais que atuam nas ações de combate ao mosquito.

“No período da manhã, no Hotel Estoril, a SUCEN ficará responsável pela capacitação destes profissionais e que receberão as devidas orientações técnicas para o combate ao mosquito”, finalizou Garrido Neto.

Muitas Ações

Desde o ano passado a Prefeitura de Marília vem adotando uma série de ações para combater o mosquito transmissor da dengue. Entre as ações preventivas, como cerca de 250 mil visitas dos agentes de Saúde (significa que cada imóvel foi visitado três no ano), além da aplicação de 2,5 toneladas de inseticida pela Sucen para matar o mosquito adulto. Isso porque, segundo levantamento da Secretaria da Saúde, entre 70 a 90% dos focos do mosquito estão dentro das casas, o que dificulta o acesso dos agentes.

Para coordenar as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, o prefeito Vinicius Camarinha criou um Comitê Gestor, com a participação de representantes de diversas Secretarias Municipais, Secretaria Estadual da Saúde, além da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Tiro de Guerra. As reuniões são semanais para definição de novas medidas e avaliação do trabalho.

 Mutirão e Nebulização

Nesta semana também teve início o trabalho da empresa especializada que está fazendo o trabalho de eliminação de criadouros e também nebulização de casa em casa. São 85 agentes que vão percorrer toda a cidade nos próximos 90 dias.

Polo de Atendimento

Outra medida foi a criação de uma unidade especializada no atendimento de pacientes com uma equipe treinada (anexa a USB Cascata – rua 9 de Julho). A capacidade é para cerca de 120 pessoas, com cadeiras para reidratação e macas.

O objetivo foi desafogar as unidades de saúde e também pronto-atendimentos. Os pacientes passam inicialmente por uma triagem nessas unidades e, por meio de indicação médica, são encaminhados ao POLO.

Aplicação de Multas

Como muitas pessoas insistem em manter objetos dentro de casa que podem acumular água e consequentemente se transformar em focos do mosquito e ao mesmo tempo aquelas que não permitem o acesso dos agentes de saúde, a Prefeitura está autuando esses proprietários.

Valores das multas: de R$ 180 a R$ 720,00 (para residências com focos); e de R$ 1.000,00 a R$ 5.000,00 – imóveis fechados. A Prefeitura está entrando nas residências fechadas, com chaveiros, apoio da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e até o uso de tecnologias avançadas, como um drone, para conseguir vistoriar locais de difícil acesso.

Entre na conversa...