12 de December de 2018

Agronegócio: Ministério recebe sugestões de temas para estudos do Pronatec Agro

Ministério da Agricultura está recebendo sugestões de temas de estudos do Pronatec Agro - Foto: Divulgação/MAPA

DIA MUNDIAL DA ÁGUA
Em comemoração ao Dia Mundial da Água, a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) do Estado de São Paulo, realiza anualmente uma série de atividades e eventos voltados ao tema em suas 594 Casas da Agricultura distribuídas entre os 40 Escritórios de Desenvolvimento Rural e os 21 Núcleos de Produção de Sementes e Mudas. São várias ações envolvendo o seu principal público-alvo, os produtores rurais, mas chegando também até os alunos e professores das escolas públicas municipais e estaduais.

FRUTAS BRASILEIRAS
A ministra recebeu no dia (16) representantes de onze entidades de fruticultura de todo o país para ouvir as demandas do setor, sob coordenação da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas). As prioridades dos produtores se concentram na abertura de mercados internacionais e na liberação de produtos químicos para as lavouras. Já os produtores de banana reivindicam a inclusão da cultura no sistema Geosafras, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com objetivo de gerar dados estatísticos confiáveis e inteligência competitiva.

PRONATEC AGRO 
A Secretaria do Produtor Rural e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está recebendo sugestões de temas para cursos do Pronatec Agro. O programa do Governo Federal busca contribuir para erradicar a pobreza, por meio da capacitação técnica dos agricultores e dos jovens da área rural para o gerenciamento dos empreendimentos agropecuários e para o aprimoramento tecnológico dos processos produtivos. O programa é destinado a agricultores e suas famílias, trabalhadores rurais, estudantes de ensino médio e de escolas técnicas e técnicos recém-formados na área agropecuária.

AÇÚCAR/COTAS
O Brasil poderá exportar este ano para os Estados Unidos mais 13,1 mil toneladas de açúcar em bruto (cerca de US$ 4 milhões), além das 155,7 mil toneladas (equivalente a US$ 48 milhões) previstas inicialmente. A informação é da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Após fazer consulta aos países detentores de cotas preferenciais, o Escritório do Representante de Comércio dos Estados Unidos identificou 86.533 toneladas em cotas não preenchidas do produto e as redistribuiu entre 26 exportadores.

SÃO PAULO
O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, afirmou, durante a realização do “Café Setorial de Agronegócios” da Câmara Americana de Comércio (Amcham), de Ribeirão Preto, no dia 16 de março de 2016, que apesar da crise econômica e diversos fatores que atualmente têm causado incertezas sobre o futuro, “não há dúvidas de que o País tem as condições estruturais e mais determinantes para a retomada do crescimento econômico. E o agronegócio exerce um papel fundamental neste sentido”. Para o titular da Pasta, o Estado de São Paulo tem exercido um importante protagonismo na tomada de decisões e na produção de conhecimentos para o setor agropecuário. “O agronegócio não é produção, mas sim, uma cadeia pensada de forma integrada. Não é negócio para amadores, mas de profissionais, de especialização crescente e desafios de inovação”.

MANDIOCA/PREÇO
O clima favorável em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea possibilitou o avanço da colheita de raiz de mandioca. Como resultado, na indústria de fécula, a quantidade de mandioca processada aumentou, mas agentes de fecularias ainda apontam que o ritmo de processamento está abaixo da expectativa para o período. Além do clima, os atuais níveis de preços e a melhora no rendimento do amido também influenciaram o avanço da comercialização de mandioca no período.

Email: mauricio.picazo.galhardo@hotmail.com. Boa semana e um forte abraço.

Entre na conversa...