15 de December de 2018

Rotarianos comemoram o Dia Mundial de Combate a Pólio

Gesner Dias Junior, Governador do Rotary, fala sobre a campanha contra a paralisia infantil
Gesner Dias Junior, Governador do Rotary, fala sobre a campanha contra a paralisia infantil

Os rotarianos presentes em 220 países no mundo celebraram no último dia 23, quarta-feira, o Dia Mundial de Combate a Pólio, em eventos e manifestações espalhadas em todo o planeta. “Uma data importante para nós rotarianos”, disse o Governador do Distrito 4510 do Rotary International, o publicitário Gesner Dias Junior, associado do Rotary Club de Presidente Prudente, que orientou os 67 presidentes de clubes rotários do centro oeste paulista, a não deixarem a data passar despercebida. “Ao menos a leitura da carta do Presidente Ravindran, eles leram na reunião ordinária”, sugeriu o dirigente que considera importante o destaque deste dia. “O Rotary luta contra a doença no mundo e é o responsável pela erradicação da paralisia infantil, que em breve será anunciada ao mundo todo”, disse o dirigente rotário regional.

No dia 23 de outubro aconteceu na cidade de Nova York, EUA, um evento que deu início às comemorações do Dia Mundial de Combate à Pólio. Copatrocinado pelo Unicef, o evento contou com transmissão ao vivo pelos principais canais de televisão do mundo todo, e reuniu representantes entre os parceiros na Iniciativa Global de Erradicação da Pólio, autoridades governamentais, saúde pública e ONGs, mobilizando mais de 30.000 pessoas. “Os esforços para erradicar a poliomielite (paralisia infantil) alcançaram grandes marcos no último mês de julho e agosto”, disse o presidente do Rotary International, KR Ravindran. “Pela primeira vez na história, a Nigéria e todo o continente africano completaram um ano sem a ocorrência de nenhum novo caso de pólio causado pelo vírus selvagem”, completou o dirigente máximo da organização mundial.

Apesar de faltar pouco para os rotarianos cumprirem a promessa de acabar com a pólio (paralisia infantil) para sempre, segundo o Presidente do Rotary International ainda não é possível descansar no combate contra a doença. “Além de assegurar que o progresso alcançado na África seja mantido, precisamos aumentar ainda mais as ações no Afeganistão e no Paquistão”, escreveu Ravindran que considerou importante o evento realizado no Dia Mundial de Combate à Pólio, quando houve a oportunidade de compartilhar as últimas notícias sobre a luta contra a doença e inspirar pessoas de todo o mundo a ajudar a terminar o trabalho, doando ou defendendo a causa.

O trabalho dos rotarianos é o de conscientizar a opinião pública sobre as ações de erradicação da paralisia infantil e incentivar membros da comunidade a celebrarem o Dia Mundial de Combate à Pólio, visitando o website “Elimine a Pólio Agora”, baixando recursos que podem ajudar a aumentar a conscientização pública e captar recursos financeiros, por exemplo, para ajudar no trabalho dos rotarianos. “Vamos compartilhar estas informações nos Rotary Clubs, distritos, comunidades e representantes governamentais”, lembrou Gesner Dias Junior ao dizer que há 30 anos, os rotarianos disseram ao mundo que era possível erradicar a poliomielite. “Este sonho está se transformando em realidade”, enfatizou Ravindran, que no Dia Mundial de Combate à Pólio, lembrou de cada criança à qual os rotarianos fizeram esta promessa e vencer a doença. “Juntos nesta reta final para finalmente comemorarmos um mundo livre da paralisia infantil”, falou o presidente KR Ravindran.

Entre na conversa...