Parte dos servidores passará o natal sem o 13° Salário

Vinícius de Almeida Camarinha. Foto: Matra.org.br
Vinícius de Almeida Camarinha. Foto: Matra.org.br

Embora tenha divulgado uma nota no dia 21 informando que honraria o compromisso de pagar a segunda parcela do 13º Salário dos servidores públicos municipais nesta sexta-feira (23), a Prefeitura Municipal de Marília não cumpriu a promessa.

Como já vem fazendo com os salários, a Prefeitura pagou primeiro aquela parte de servidores que teriam valores à receber até o limite de R$1.500,00 (Um mil e quinhentos reais).

O  Marília Global entrou em contato com o setor que cuida da folha de pagamento dos servidores para saber quando seria efetuado o pagamento do restante do pessoal. Um servidor que pediu para não ser identificado respondeu que não receberam nenhuma orientação ainda sobre como e quando proceder o pagamento daqueles que não receberam nesta data.

O histórico de atraso no pagamento de salários e/ou escalonamento do pagamento por faixas salariais já vem acontecendo há algum tempo no governo do prefeito Vinicius Camarinha (PSB). “Herança maldita, queda de arrecadação, falta de repasses do governo federal” são algumas das alegações  constantes na nota emitida à imprensa no dia 21 para justificar os atrasos constantes.

Outra alegação utilizada constantemente pelo atual prefeito Vinicius Camarinha para justificar não só a falta de pagamento dos salários dos servidores em dia, como também de prestadores de serviços nas áreas da saúde por exemplo, é a crise econômica (argumento utilizada desde o primeiro ano do mandato).

Tal alegação perde credibilidade diante das constantes aberturas de créditos adicionais no orçamento público municipal, com sua maioria proveniente do excesso de arrecadação e o gasto exorbitante de cerca de R$ 6 milhões com publicidade oficial da prefeitura, informados em boletins da Oscip Matra  ao longo de 2016.

Entre na conversa...