19 de August de 2018

Acim apoia o Ciesp contra aumento da carga tributária

Reunião na sede da Acim fortalece a campanha: “Não vou pagar o pato”, de iniciativa do Ciesp. Foto: Divulgação.
Reunião na sede da Acim fortalece a campanha: “Não vou pagar o pato”, de iniciativa do Ciesp. Foto: Divulgação.

O diretor do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Alta Paulista, Chikao Nishimura, esteve reunido com o presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Libânio Victor Nunes de Oliveira, para o fortalecimento da campanha “Não vou pagar o pato”, desenvolvida pelo sistema Fiesp/Ciesp, com amplo apoio de mais de 160 entidades de diversos setores produtivos do País, contra a elevação da carga tributária. “Somos totalmente favoráveis, afinal, o maior entrave no comércio é a elevação constante da carga tributária”, disse o presidente da Acim ao apoiar de imediato a iniciativa do Ciesp local. “Sempre alertamos para este problema, que afeta a todos”, recordou o dirigente da associação comercial que apoiará toda e qualquer iniciativa que a diretoria do Ciesp Alta Paulista vier a realizar. “Estamos juntos”, destacou Libânio Victor Nunes de Oliveira.

[contextly_sidebar id=”ycETQ64HeJN65qXDdmxZl5OfDMnd6jXs”]De acordo com Chikao Nishimura o objetivo da campanha é conscientizar a sociedade de uma maneira em geral sobre os altos impostos já pagos em produtos e serviços e evitar novo aumento da carga tributária, como por exemplo, com a volta da CPMF, proposta pelo Governo Federal. “Estamos no nosso limite”, reagiu o diretor do Ciesp Alta Paulista. “Qualquer elevação, que seja, complica ainda mais a situação do setor produtivo e podemos ter um caos generalizado”, disse ao explicar que a meta é atingir um milhão de assinaturas, que serão encaminhadas ao Congresso Nacional. “Nesta campanha vamos recolher as assinatura de apoio de forma eletrônica ou escrita”, disse ao mostrar os detalhes do trabalho a ser realizado na cidade de Marília e região. “Teremos pessoal especializado orientando os apoiadores que podem assinar um documento, com os dados pessoais, ou acessar o movimento pelo internet”, explicou Eliane Guerra, gerente administrativa do Ciesp Alta Paulista, ao apontar o endereço eletrônico pela internet:www.naovoupagaropago.com.br para a adesão instantânea.

Dia primeiro de dezembro, em local a ser definido, haverá o lançamento do movimento em Marília em que a Acim estará presente, como parceira do Ciesp. “Precisamos dizer um “sonoro” não contra o aumento dos impostos, que é ruim para todos, para as empresas e para o emprego”, comentou Chikao Nishimura ao comentar que a elevação é ruim para o Brasil num todo. “O silêncio é um consentimento”, falou. “Os políticos precisam nos ouvir e nos atender”, reforçou o dirigente do setor industrial de Marília e região que espera contar com a colaboração de outras entidades local e regional. “Vamos distribuir aos nossos associados informações sobre a manifestação, afinal, o comerciante precisa saber que não podemos aceitar esse tido de agressão”, opinou José Augusto Gomes, superintendente da Acim.

O “pato inflável”, mascote da campanha com mais de 13 metros de altura, será instalado em pontos estratégicos na cidade e uma equipe do Ciesp Alta Paulista estará junto recolhendo as adesões. “O comércio de Marília está a disposição para acolher a campanha, pois, temos interesse em reforçar o manifesto que é autêntico, legítimo, criativo e prático”, opinou Libânio Victor Nunes de Oliveira que estará ao lado da diretoria do Ciesp Alta Paulista nesta ação.

Entre na conversa...