25 de May de 2019

Mesmo com vale-alimentação, Prefeitura ainda gasta com cesta básica

Foto: Prefeitura de Presidente Epitácio.

Neste mês entrou em vigor o vale-alimentação para os servidores públicos municipais no valor mensal de R$ 125,00. Segundo a Lei nº 7.945, que institui o vale em substituição à cesta básica, o cartão alimentação é destinado aos funcionários da Prefeitura, Daem (Departamento de Água e Esgoto de Marília) e do Ipremm (Instituto de Previdência do Município de Marília).

Porém, a Prefeitura pagou fora da ordem cronológica, ou seja, na frente de outros fornecedores, a quantia de R$ 1.012.414,60 à empresa Agro Comercial da Vargem LTDA e o valor de R$ 292.038,99 à empresa Comercial João Afonso LTDA.

Segundo a publicação de ontem (20) do Diário Oficial, o pagamento fora da ordem temporal ocorreu por se tratar de fornecimento de cestas básicas destinadas aos servidores municipais.

Vale lembrar que a Prefeitura deve rescindir os contratos com as empresas fornecedoras de cestas básicas, já que contratou a empresa Sindplus para gerenciar o vale alimentação.

O acordo com a empresa Agro Comercial ocorreu no dia 26 de abril de 2016 com dispensa de licitação e em caráter emergencial para garantir a distribuição das cestas básicas, porém não é mais necessário.

Entre na conversa...