22 de August de 2018

“O foco da matéria é a fiscalização do TCE. Esse é o ponto mais importante a ser respondido”

Foto da Veja traz a legenda Investigação do Tribunal de Contas do Estado encontra irregularidades no armazenamento de remédios em farmácias e unidades de saúde públicas do estado de São Paulo (TCESP/Divulgação).
Foto da Veja traz a legenda Investigação do Tribunal de Contas do Estado encontra irregularidades no armazenamento de remédios em farmácias e unidades de saúde públicas do estado de São Paulo (TCESP/Divulgação).

Diretoria de Comunicação do prefeito Daniel Alonso (PSDB) publicou uma nota à imprensa a acusando de modo generalizado de má-fé. O caso diz respeito a fiscalização do TCE (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) nas farmácias públicas em 162 cidades paulistas.

Sob o título, Má fé: fotos de farmácias municipais fiscalizadas pelo TCE em outras cidades são atribuídas a Marília, a nota acusa jornais de “enganar a população” e “interesses políticos”.


Leia também,

Entre as piores gestões de farmácias públicas do estado


Entretanto, o Marília Global fez uma busca em alguns jornais que repercutiram a fiscalização do TCE, como Jornal da Manhã e Jornal do Povo. Nota-se que mesmo quando as fotos não eram de Marília, havia uma legenda acompanhando a imagem que informava o leitor sobre isso.

Além disso, havia nota também informando que o TCE liberou fotos aleatórias da fiscalização nas 162 cidades, que foram as fotos utilizadas pela imprensa (não apenas de Marília).

A resposta à nota da Prefeitura por parte de uma jornalista veio imediatamente. “O foco da matéria é a fiscalização do TCE. Esse é o ponto mais importante a ser respondido [pela Prefeitura]“.

Confiram a nota na íntegra

Fotos tiradas em localidades que tiveram farmácias municipais ou almoxarifados fiscalizados pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) foram atribuídas indevidamente a Marília. O município também passou por vistoria e necessita readequar estrutura física na unidade central, porém a situação mostrada nas fotos não condiz com a realidade.

Para esclarecer e impedir que a população seja enganada, por interesses políticos, a assessoria de imprensa do município fez contato com o setor de comunicação do órgão e identificou as cidades, com cada foto publicada. Imagens publicadas divergem das fotos feitas em Marília.

A Secretaria Municipal da Saúde destacou que o local fiscalizado não é almoxarifado, mas local de dispensação de medicamentos. Trata-se da Ucaf (Unidade Central de Assistência Farmacêutica), instalada há mais de 15 anos na antiga estação ferroviária, ao lado do Terminal Urbano.

A pasta irá, inclusive, resolver um problema antigo, desativando a unidade e instalando a Farmácia Municipal Central. O serviço funcionará na Avenida Brasil, em prédio que está sendo reformado, no mesmo padrão de qualidade das farmácias Zona Norte e Zona Sul, instaladas em 2017.

A Secretaria Municipal da Saúde classificou como “lamentável” que o esforço da atual gestão absolutamente ignorado, por interesses escusos, e que haja deliberada má fé, com uso inclusive de imagens de outras cidades para ilustrar publicação sobre Marília.

Entre na conversa...