16 de December de 2019

Agronegócio: a nanotecnologia à serviço do homem

A nanotecnologia trabalha com o nanômetro, unidade de medida, um milhão de vezes menor que um milímetro - Foto: Lucas Scherer / Embrapa

NANOTECNOLOGIA. Um ovo resistente à quebra e à contaminação, com maior vida útil de prateleira. Essa é a realidade que a Embrapa Suínos e Aves (SC) busca para os ovos comerciais no Brasil, com o desenvolvimento de revestimentos protetores, por meio do suporte de estudos sobre nanotecnologia, área que trabalha com uma unidade de medida minúscula chamada nanômetro, um milhão de vezes menor que um milímetro.

HORTAS EDUCATIVAS. A Casa da Agricultura (CA) de Lins realizou, nos dias 24 e 25 de novembro, uma capacitação para cuidadores de hortas escolares, educadores e professores sobre o Projeto Horta Educativa, atividade que tem se expandido no município. O projeto, lançado em 2013, conta hoje com a participação de 10 escolas municipais. O evento reuniu aproximadamente 30 pessoas e promoveu ações de transferência de conhecimento àqueles que estão diretamente em contato com as crianças de 4 a 8 anos, até o 4.º ano do ensino fundamental.

DIA DO EXTENSIONISTA. A Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) apoiou e participou, no último dia 4 de dezembro, da sessão solene, realizada às 20h pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), em homenagem ao Dia do Extensionista Rural. O Plenário Juscelino Kubitschek recebeu representantes de alguns dos principais institutos que desenvolvem os trabalhos de Assistência Técnica e Extensão Rural em todo o Estado.

FEIJÃO. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo conseguiu a liberação de 111.642 quilos de feijão pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O alimento será distribuído gratuitamente a nove municípios paulistas: Espírito Santo do Pinhal, com 23.864 quilos; Igarapava, com 14.400 quilos; Ituverava, com 24.408 quilos; Cravinhos, com 15.970 quilos; Bauru, 10 mil quilos; Boituva, com 8 mil quilos; Fartura, 8 mil quilos; Lençóis Paulista, com 5 mil quilos; e Santa Cruz do Rio Pardo, com 2 mil quilos. Com preço médio de R$ 5 o quilo nos supermercados paulistas, a doação representa uma economia de R$ 558.210,00 para a população paulista colocar em sua mesa um dos alimentos mais presentes na alimentação dos brasileiros.

MERCADOS. A secretária de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tatiana Palermo, destacou os avanços das exportações do agronegócio durante o evento Mais Brasil no Mundo, promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em São Paulo.

DESPERDÍCIO NÃO. Representantes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reuniram-se com a Associação Brasileiras das Centrais de Abastecimento (Abracen), o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para discutir ações que objetivam a redução de perdas e desperdícios de frutas e hortaliças. Uma das estratégias que apresenta grande eficiência para mitigação de perdas é o uso de embalagens adequadas. Segundo o superintendente de Abastecimento Social da Conab, Newton Araújo Junior, atualmente não há padrão de embalagem para o transporte de frutas e hortaliças no país. “O acondicionamento adequado dos produtos, além de diminuir a perda, confere agilidade no abastecimento das centrais e da rede varejista”, destaca o superintendente.

EXPORTAÇÃO DE MILHO. Nos primeiros quatro dias de dezembro, o Brasil exportou mais de 1 milhão de toneladas de milho. O dado foi anunciado sexta-feira (11) pelo diretor de Política Agrícola e Informações da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), João Marcelo Intini, durante a divulgação da estimativa de produção de grãos da safra brasileira 2015/2016. Segundo ele, esse volume de exportações revela os ganhos recentes do País em melhoria de condições para o escoamento da produção nacional.

Dê sua opinião: mauricio.picazo.galhardo@hotmail.com. Boa semana e um forte abraço. Até mais!

Entre na conversa...