16 de July de 2018

Trabalho infantil é tema do Encontro Regional do Cerest

Evento atraiu interessados de toda a região. Foto: Wilson Ruiz.

“A população mora nos municípios e nada melhor do que se debater esse assunto em nível municipal. O Brasil tem cerca de 14 milhões de menores no trabalho e muitos em condições precárias ou de risco. É um problema que precisaremos enfrentar com a participação de lideranças dos mais diferentes segmentos.”

César Augusto Patta, da Divisão de Vigilância Sanitária do Trabalho do Cerest (Centro de Referência de Saúde do Trabalhor) de São Paulo. Foto: Wilson Ruiz.
César Augusto Patta, da Divisão de Vigilância Sanitária do Trabalho do Cerest (Centro de Referência de Saúde do Trabalhor) de São Paulo. Foto: Wilson Ruiz.

Esse foi o comentário do médico César Augusto Patta, da Divisão de Vigilância Sanitária do Trabalho do Cerest(Centro de Referência de Saúde do Trabalhor) de São Paulo na abertura do V Encontro Regional da Saúde do trabalhador.

O evento foi realizado nesta quarta feira no Bloco de Agrárias da Unimar com o tema “Trabalho Infantil”.

Segundo a supervisora do Cerest de Marília, Luciana Caluz, o objetivo foi sensibilizar segmentos ligados ao tema. “O evento em nível regional visa definir uma mesma diretriz para ações a serem realizadas contra o trabalho infantil, começando-se pela localização do problema em cada cidade”, comentou Luciana.

Ela destacou que a criança tem o direito de brincar, estudar, de desfrutar da convivência familiar e comunitária. “É nosso dever garantir com prioridade absoluta os direitos integrais das nossas crianças e adolescentes”, afirmou.

Destacou ser importante que a sociedade, cada vez mais, se conscientize que a criança deva ter uma infância saudável, em todos os sentidos, para que se torne um adulto pleno, feliz e produtivo.

“Por isso, lugar de criança é na escola sendo preparada para o trabalho no futuro, cumprindo-se a legislação”, finalizou Luciana.

O Cerest, em Marília, está localizado na rua Sergipe nº 895, com funcionamento das 7h00 às 17h00. O telefone é 34134975.

Entre na conversa...