18 de September de 2019

IFMSA Famema realiza encontro na Oncolínica para entrega de próteses capilares

IFMSA Famema (Faculdade de Medicina de Marília) realizou na quarta-feira, dia 17 de setembro, na Oncoclínica da Famema, encontro com pacientes do sexo feminino em tratamento de quimioterapia para presenteá-las com próteses capilares.
IFMSA Famema realiza encontro na Oncolínica para entrega de próteses capilares

A Federação Internacional de Associações de Estudantes de Medicina  – IFMSA Famema (Faculdade de Medicina de Marília) realizou na quarta-feira, dia 17 de setembro, na Oncoclínica da Famema, encontro com pacientes do sexo feminino em tratamento de quimioterapia para presenteá-las com próteses capilares. O objetivo foi auxiliar na autoestima e na autoimagem das pacientes que são submetidas ao tratamento contra o câncer e que enfrentam efeitos colaterais aparentes, como a queda de cabelo.

“O que parece ser fútil para muitos da sociedade, a questão da preocupação com a estética, é apontado por médicos, enfermeiros e psicólogos como uma imensa necessidade a ser trabalhada e, se possível, resolvida durante o tratamento”, comentou a idealizadora da campanha, a estudante do segundo ano do curso de Medicina da Famema, Júlia Volpi Nassif.

As próteses capilares foram confeccionadas a partir de cabelos doados por voluntários na campanha realizada pela IFMSA Famema no dia 2 de agosto no Marília Shopping com apoio do Instituto Embelleze Marília. Foram efetuadas 62 doações de cortes suficientes para produzir 9 próteses, pagas, graças ao patrocínio e doações de amigos e familiares das pacientes.

O encontro com as pacientes previamente selecionadas na Oncoclínica da Famema serviu para entregar as perucas e maquiá-las. “Nesse encontro, abordamos as pacientes que nos contaram suas histórias com o câncer e os principais problemas enfrentados durante o tratamento, obtendo como resposta unânime, o drama com a queda de cabelo e sua relação com a imagem. Relataram que isto desencadeou diversos problemas com seus cônjuges e com a própria sociedade que, geralmente, encara um paciente com câncer com olhar principalmente de penúria, acentuando sentimentos e reações que culminam em estresse, vergonha, raiva, crises existenciais, ansiedade, raiva, depressão e medo”, relatou a estudante Júlia Nassif.

“Foi uma tarde de ‘vaidade” com essas pacientes. O encontro descontraiu a situação agressiva e triste que é o tratamento contra o câncer, uma vez que as pacientes estavam em consulta ou em tratamento. Conseguimos alegrá-las e mudar a rotina, tanto com as maquiagens, quanto com as perucas, ‘coffee break’ e brindes”, ressaltou uma das coordenadoras da campanha, a estudante de Medicina da Famema, Daniela Esteves Temporim.

A IFMSA é uma instituição apolítica, suprapartidária e sem fins lucrativos ligada à Organização Mundial de Saúde (OMS) e à Organização das Nações Unidas (ONU). Foi fundada na década de 50 e é hoje a maior organização estudantil do mundo, presente em 109 países, em 44 faculdades de medicina do Brasil. O comitê local IFMSA Famema realiza campanhas e projetos de caráter voluntário nas áreas de Saúde Pública, Saúde Reprodutiva, Direitos Humanos e Educação Médica. Desenvolve campanhas de doação de sangue, de prevenção ao câncer de mama, de aferição de pressão arterial e orientações sobre a hipertensão, contra o abuso infantil, dentre muitas outras ações.

Entre na conversa...