16 de October de 2019

Corregedoria investiga compra de placa denunciada por “inimigo político” de Daniel

Fachada da Emdurb. Foto: Wilson Ruiz.
Fachada da Emdurb. Foto: Wilson Ruiz.

A Corregedoria Municipal de Marília abriu uma Sindicância para investigar a compra de um painel instalado na entrada da Emdurb em 2016.

Então presidente e amigo pessoal do atual prefeito Daniel Alonso (PSDB), Rabih Nemer achou estranho a aquisição do painel. Além do mais, esses estavam com dizeres embasados em Constituição Federal revogada.

De acordo com a Corregedoria, foi determinado a abertura da sindicância após análise do documento de compra do painel junto a empresa Orion Comunicação Visual Ltda. Ainda de acordo com a Corregedoria, foi verificado possíveis irregularidades na Nota Fiscal apresentada pela empresa (NF n.º 46-1), com emissão em 30 de novembro de 2016.


Leia também,

Uma Corregedoria séria também investiga as compras de radares

Por fim, a Corregedoria afirma que o valor contratado pelo painel estava dissonante ao valor de mercado praticado à época. Isto é, a Corregedoria suspeita de superfaturamento do painel. Por essa suspeita, os envolvidos podem ser punido com “falta disciplinar” pela compra do painel.

Rabih Nemer saiu rompido com Daniel logo em janeiro de 2017, após um mês a frente da Emdurb. Ele teve um sério atrito com o procurador geral do município, Alyson Souza e Silva (PSDB).

Entre na conversa...