9 de December de 2019

Famema inicia participação no Projeto Rondon 2014

Estudantes e docentes da Faculdade de Medicina de Marília (Famema)  iniciaram nesta quinta-feira, dia 17 de julho, a participação na Operação Guararapes do Projeto Rondon, no município de Maraial, no estado de Pernambuco, distante cerca de 140 quilômetros da capital Recife.

O grupo da Famema viajou para Campinas em veículo da Instituição. De avião, seguirá do Aeroporto de Viracopos para o Aeroporto Gilberto Freyre em Guararapes na região metropolitana de Recife, e em seguida, rumar para Maraial.

A Operação Guararapes do Projeto Rondon, sob a coordenação e supervisão do Ministério da Defesa, será desenvolvida no período de 18 de julho a 1° de agosto de 2014. Juntamente com a Famema, rondonistas da FESP (Fundação de Ensino Superior de Passos – Minas Gerais), estarão em Maraial (população-12 mil habitantes / IDH-0,534), município localizado na zona da mata de Pernambuco.

De acordo com os critérios do Projeto Rondon, os municípios escolhidos são considerados de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o que motiva, durante 15 dias, equipes multidisciplinares de instituições universitárias, formadas por dois professores e oito alunos (cada equipe), a possibilitarem a realização das diversas ações previstas, principalmente nas áreas de saúde, educação, cultura, meio ambiente, direitos humanos e justiça.

A meta é levar às comunidades carentes educação, saúde, cultura, comunicação, tecnologia e produção, conscientização sobre o ambiente, trabalho, direitos humanos e justiça.

Nos dois últimos meses o grupo se encontrou todas as quintas-feiras para planejar os cronogramas de oficinas que serão desenvolvidas na Operação Guararapes. As reuniões também proporcionaram o encontro online das duas equipes que atuarão em Maraial, a Faculdade de Medicina de Marília (Famema) e a Faculdade de Ensino Superior de Passos (FESP) de Minas Gerais. Nesse espaço interativo, os grupos puderam trocar ideias, expor experiências e compartilhar expectativas.

Os Coordenadores da Operação Guararapes das duas instituições,  Profª Elza de Fátima Ribeiro Higa pela Famema e o Prof. Rômulo Amaral Faustino Magri da FESP,  também elaboraram um cronograma conjunto dos trabalhos das duas equipes, considerando o que ficou pactuado com a Secretaria da Educação e da Saúde, especialmente na preparação dos grupos e pelo que foi constatado na visita precursora.

Na viagem precursora, identificou-se Maraial como uma região muito carente. A cidade foi devastada pelas enchentes. As indústrias de açúcar e álcool fecharam devido à crise econômica. Aproximadamente 50% da população são analfabetos e sofrem de esquistossomose, além de outros problemas sociais e de saúde.

Participam do Projeto Rondon pela Famema, as Professoras Elza de Fátima Ribeiro Higa e Elizabete Takeda. Também os estudantes: Sarah Bortolucci Dagostino, Hamilton Rocha Júnior, Yoichi Takaki Konno e André Cardoso Campello,  do curso de Medicina. Pelo curso de Enfermagem:   Angélica Cabral da Silva, Nathália Mendes de Oliveira, Ana Beatriz da Silva de Oliveira e Gabriela Yuki Bressanim  Ono.

 Operação ACiSo

A Famema também foi contemplada com a participação na Operação Ação Cívico Social (ACiSo), atividade que será desenvolvida por dois navios da Marinha do Brasil. A estudante da  4ª série de Enfermagem da Famema, Graziela Tainara Okuda, integrará a equipe da Operação ACiSo, que realizará diversas ações de atendimento diversificado na área de saúde às comunidades ribeirinhas.

Entre na conversa...