21 de July de 2019

Projeto “Universos em Expansão” acontece nesta quinta-feira no Auditório Municipal

Violonista Daniel Murray. Fonte: Divulgação.
Violonista Daniel Murray. Fonte: Divulgação.

Acontece nesta quinta-feira, 20, o projeto “Universos em expansão…”, com o violonista Daniel Murray, a partir das 14h30 no Auditório Municipal “Prof. Octávio Lignelli” – no Centro Cultural, Av Sampaio Vidal, 245. Este é o quinto projeto que a Secretaria Municipal da Cultura traz a Marília com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura, ProAC – Programa de Ação Cultural 2014. É produzido pela Totem Musicais com o apoio institucional do ITC (Instituto Totem Cultural). A entrada é franca.

Primeiramente haverá um desdobramento com a realização do workshop para 50 pessoas, ministrado pelo próprio artista, das 14 às 14h30 e logo após, das 15 às 16h será a vez do público prestigiar o concerto de violão solo erudito de 06 e de 11 cordas, encerrando com um debate sobre o aprendizado.

A metodologia envolve a abordagem dos seguintes aspectos: a relação entre o compositor e o intérprete, a linguagem e a interpretação específica para cada obra, a escrita musical diferenciada de determinadas obras contemporâneas, a questão da improvisação na música erudita contemporânea, os conceitos de música eletrônica acusmática e mista, as técnicas estendidas para violão e o diferencial do violão de 11 cordas em relação ao mais comum de 6 cordas.

Realizado em 12 cidades do Estado de São Paulo, como Tatui, Jundiai, Atibaia, Cerquilho, Garça, Bauru, Amparo e outras, onde o artista Daniel Murray, considerado um dos mais talentosos violonistas de sua geração apresenta o repertório do seu último álbum homônimo, que compreende obras de grandes compositores brasileiros contemporâneos como: Arthur Kampela, Aylton Escobar, Eli-Eri Moura, Flo Menezes, James Correa, José Augusto Mannis, Marcus Siqueira, Paulo Porto Alegre e do próprio Daniel Murray.

Daniel desenvolve uma ativa carreira como intérprete, arranjador e compositor. Apresenta-se como solista e em grupos de câmara no Brasil e no exterior ao lado de grandes músicos como: Paulo Bellinati, Israel de Almeida, Toninho Carrasqueira, Paulo Porto Alegre, Chico Saraiva, entre outros.

Essas obras representam um amplo leque estético, compreendendo tanto peças com uma linguagem erudita mais “tradicional” quanto à sua escritura e interpretação, como peças mais “experimentais e vanguardistas” em diversos formatos, inclusive músicas mistas, que conjugam a interpretação do violão com sons oriundos de computadores.

A Secretaria Municipal da Cultura trabalha nestes eventos também com público espontâneo, mas intensifica públicos específicos também para garantir um bom aproveitamento dos projetos. Desta feita convidou o Projeto Guri e cinco Conservatórios do município a fim de oportunizar vagas para seus alunos.

Outras informações podem ser obtidas na Secretaria da Cultura, pelo telefone 3402-6600.

Entre na conversa...