A responsabilidade de cada um dos brasileiros em tempos de novo Governo é enorme

Democracia é um estilo de vida. Foto: Internet.

Escrevo esse texto no momento em que o placar do impeachment na Câmara dos Deputados aponta 323 votos à favor do prosseguimento do impeachment ao Senado. Isso significa que a Câmara já praticamente aceitou a admissibilidade do pedido de impeachment da Presidente Dilma Roussef.

No contexto geral da sociedade brasileira no início do século XXI, ainda buscamos enfrentar a opressão e as diferenças sociais. Ainda buscamos ultrapassar a inexistência de uma sociedade verdadeiramente democrática, a começar pela própria escola, enfatizo.

Nesse momento de profunda prova da frágil democracia brasileira, é importante lembrar que a educação e a democracia constituem um todo indissociável. É impossível desejar a superação das mazelas de um estado brasileiro democrático (corrupção, impunidade, foro privilegiado etc.) sem contar com alterações radicais na educação (valorização do professor, infra-estrutura, qualidade etc.). É preciso uma união desses desejos, tão latentes na população. Isto é, é preciso persistir na busca de uma união entre os desejos de realização de uma escola verdadeiramente formadora e os desejos de realização de uma sociedade verdadeiramente democrática.

Muito mais do que o placar do impeachment, o que esta em jogo hoje é o placar da educação apropriada à sociedade democrática. Aqui, estamos ganhando ou perdendo? Nesse momento de profunda prova da frágil democracia brasileira, vale lembrar que educação pode ser definida como uma atividade que procura reorganizar a experiência para ampliar seu alcance e dirigir experiências subsequentes. Se estamos reorganizando as experiências democráticas neste momento, inclusive com o afastamento da Presidente Dilma, ainda fica a dúvida a respeito de como dirigiremos as experiências subsequentes. A responsabilidade do novo Governo, do Presidente Michel Temer, é enorme.

Acima de tudo, é preciso continuar com a atividade educativa, é preciso continuarmos com a formação democrática da sociedade e de cada um de nós. Para realizar a democracia, é preciso que cada brasileiro assuma a responsabilidade acerca da continuidade de sua própria educação, e que a educação democrática se torne um desenvolvimento constante. A responsabilidade de cada um dos brasileiros em tempos de novo Governo, do Presidente Michel Temer, é enorme.

O papel da democracia, enquanto uma forma de governo, é progredir através da inclusão de todos os grupos. Para isso, é preciso aprender a julgar o que é melhor para si e para a sociedade, isto é, aprender a julgar com respeito ao outro, ao diferente, às contradições. Então voltamos para a educação, já que o seu papel central é formar as capacidades de julgar, buscar unidade, desenvolver o sentido de comunidade nas pessoas com base no ideal da democracia como um estilo de vida. Democracia é muito mais do que um placar de votação. É um estilo de vida.

Sobre Beto Cavallari 181 Artigos

Sou editor do jornal online MG e escrevo sobre política, cultura, tecnologia e educação.

Entre na conversa...