Secretaria de Obras promete ajuda à Zona Oeste, mas descumpre o que foi acordado

TEMPESTADE EM MARÍLIA

Secretário de obras, Antonio Carlos Nasraui, o Ninho, tira foto durante a entrega dos kits de material de construção para familias atingidas pelo vendaval
Secretário de obras, Antonio Carlos Nasraui, o Ninho, tira foto durante a entrega dos kits de material de construção para familias atingidas pelo vendaval

Conforme vem sendo informado, o Jardim Flamingo, na Zona Oeste, foi bastante castigada pela tempestade que passou pela cidade na semana passada. Também tem sido amplamente divulgado pelo jornal online Marília Global, e nas redes sociais, o descaso da Prefeitura Municipal de Marília com os moradores daquela região.

[contextly_sidebar id=”JnRkWToVMeTOw0OndH7t0uc64w52wbrs”]Segundo foi relatado pela Associação dos Moradores do Jardim Flamingo e Adjacências, no dia 12 de setembro, sábado, sobre as ações da Prefeitura: “Referente a ajuda da Prefeitura, começaram a entrega de 4 telhas de 2,44 x 1,10, 400 blocos e 2 sacos de cimento para cada casa cadastrada”. A promessa da Secretaria de Obras foi de que 17 casas deveriam receber os materiais, conforme a lista indicada, ou seja, cada uma das 17 casas deveria receber 4 telhas de 2,44 x 1,10, 400 blocos e 2 sacos de cimento.

Ainda com tom esperançoso, os líderes comunitários informaram que as entregas dos materiais às 17 casas iriam continuar no domingo (13) e na segunda-feira (14). Além destas 17 casas, a promessa do secretário de Obras, Antonio Carlos Nasraui, o Ninho, era de que nenhuma casa avariada ficaria sem receber qualquer tipo de ajuda e material. “No total tivemos mais de duzentas casas que tiveram avarias, mais não totalmente, algumas pouco, outras muito. Tivemos 4 casos mais graves, uma muito grave, mais o secretário Ninho esteve no local hoje, disse que vai mandar materiais para reconstrução e a mão de obra também”, relatou o vice-presidente da Associação.

Assim, após sofrimento e muita revolta dos moradores devido aos três dias de espera pela ajuda pública Municipal, frio e chuva, finalmente a esperança de que os dias de terror e abandono ficariam para trás diante das promessas de ajuda pública Municipal foi compartilhada entre os moradores no Jardim Flamingo. Mas a felicidade na Zona Oeste durou pouco. Relatos desta semana afirmam que a Secretaria de Obras não apareceu no local para fazer as entregas dos materias no domingo e nem na segunda-feira, e muito menos ontem. Até o fechamento desta matéria, a Secretaria de Obras não apareceu no local.

“Furou a promessa”, foi o que se leu nas redes sociais, sobre o secretário de Obras, Ninho. E moradores da região, como Guido, que emprestou a imagem de sua casa destruída para ser capa do jornal Diário de Marília do dia 09 de setembro, quarta-feira passada, ainda esta à espera da ajuda da Prefeitura Municipal.

Enquanto isso, as reconstruções não param graças ao trabalho solidário de alguns marilienses que vem, inclusive, buscando recursos entre amigos na cidade, fora da cidade e até mesmo no exterior.

Sobre Beto Cavallari 181 Artigos

Sou editor do jornal online MG e escrevo sobre política, cultura, tecnologia e educação.

Entre na conversa...