5 dicas na hora de comprar presentes de Natal pela internet

Foto: Internet.

Segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, a estimativa é que o e-commerce fature R$ 7,5 bilhões com as compras realizadas entre 14 de novembro e 23 de dezembro. Espera-se cerca de 2,7 milhões de pedidos, com ticket médio de R$ 280 e as categorias categorias com maior expectativa de vendas são Celulares, Informática, Eletrônicos, Moda e Eletrodomésticos.

Sendo assim, apresentamos cinco dicas para evitar dor de cabeça e prejuízos na hora de comprar presentes de Natal pela internet. Elas foram elaboradas por Quintiliano Andrade, Gerente de Desenvolvimento de Sistemas da Soluti, empresa especializada em segurança e certificação digital para pessoas físicas e jurídicas.

Fique de olho na segurança

A fórmula chave para identificar se o site que você pretende realizar uma compra é confiável, é observar se este possui o Certificado de Segurança SSL – encontrado na barra de endereços. Os sites seguros e protegidos devem conter um cadeado verde clicável, que mostra a segurança do ambiente. Essa validação é realizada pelo navegador do usuário, seja ele Google Chrome, Firefox, Opera, entre outros.

Desconfie de ofertas milagrosas

Ofertas e descontos das lojas virtuais, são muito atrativas, mas antes de oferecer seus dados pessoais e informações do seu cartão de crédito, é melhor analisar se a compra é realmente necessária e se o fornecedor é confiável. “Procure informações como razão social, CNPJ, endereço, telefone e e-mail.

Procure a opinião de outros consumidores

Busque referências sobre o portal ou o aplicativo onde você realizará a compra. Além de perguntas às pessoas mais próximas de você, é interessante fazer pesquisas em redes sociais ou em sites especializados como Reclame Aqui ou Buscapé.

Compare preços

Tenha noção da faixa de preço normal do produto que você busca, tanto em lojas físicas como em lojas virtuais. Assim, desconfie se o desconto ofertado for muito fora da faixa normal de preço do produto.

Atente-se às condições de entrega

O fornecedor é obrigado a estipular um prazo de entrega e disponibilizar essa informação ao comprador. Além disso, muitas vezes o frete não está incluso no valor da compra e o consumidor deve ficar atento à essa cobrança

Entre na conversa...