18 de September de 2018

Prefeito, vice e deputado federal são alvos de protesto na sessão camarária

Foto: Jorge Arrotheia Junior
Foto: Jorge Arrotheia Junior

A sessão da Câmara de Vereadores de ontem (13) foi marcado por mais um protesto contra a atual Gestão de Daniel Alonso (PSDB). Os alvos foram o prefeito Daniel, o vice Tato (PMDB), o deputado federal Walter Ioshi (PSD) e vereadores que votaram a favor do Projeto de Lei n.º 108/2018.

Moradores dos Bairros Vila Bela 1, 2 e 3 e produtores rurais protestaram contra o PL enviado pelo prefeito Daniel, e aprovado pelos vereadores, que fecham a estrada (MAR-114) que dá acesso a esses bairros ao Distrito de Dirceu e a cidade de Marília.

Entenda

O PL já foi publicado no Diário Oficial de Marília (DOMM) e o seu efeito prático é prejudicial a esses moradores. Para se locomoverem a Dirceu, em busca do posto de Saúde, por exemplo, os moradores terão que aumentar o trajeto em cerca de 500 metros. Pior!

Agora no caminho existe uma praça de pedágio, na rodovia SP-333. O valor do pedágio já foi definido a R$6,15, como informou o G1.


Leia também,

Concessionária iniciará testes para a cobrança de pedágio na SP-333


O prejuízo aos moradores parece que não foi considerado pelo atual prefeito ao encaminhar o PL. Após criado o problema, membros do Executivo e do Legislativo se reuniram na semana passada com moradores e produtores da região.

A pauta da reunião era fazer o prefeito Daniel revogar o PL que ele mesmo enviou a Câmara, e que foi aprovado pelos vereadores. Segundo o Executivo, o motivo do fechamento da MAR-114 era para evitar grande fluxo de caminhões na estrada municipal.

Assim, outra possibilidade seria a Concessionária Entrevias, responsável pela praça de pedágio, conceder isenção aos moradores da região que trafegam pela SP-333. Essa prática é utilizada em outras cidades do estado de São Paulo, como São José do Rio Preto. Mas, segundo apurou o Marília Notícias, essa possibilidade não deverá progredir na Câmara Municipal.

Então, resta apenas a reabertura da MAR-114, um problema que o próprio Executivo municipal criou e para o qual agora deve providenciar a solução. Fantástico!

Entre na conversa...