22 de January de 2020

Em contrução, Conjunto Habitacional ‘Vida Nova Maracá’ receberá 1.371 casas

Zona Norte

Construção do Conjunto Habitacional ‘Vida Nova Maracá’: 1.371 casas populares
Construção do Conjunto Habitacional ‘Vida Nova Maracá’: 1.371 casas populares

Localizado às margens da SP 294, zona Norte, o Conjunto Habitacional ‘Vida Nova Maracá’ faz parte do maior programa habitacional da história de Marília, onde está sendo construídas 1.371 casas.

Segundo o atual prefeito de Marília, Vinícius Camarinha, “Há muitos anos Marília não contava com um investimento como esse e desde o início da nossa gestão estamos investindo na construção de casas. Estamos construindo mais de 4 mil moradias para tirar a população do aluguel e realizar o sonho da casa própria para o trabalhador. O conjunto Vida Nova Maracá é um exemplo, com casas boas e de qualidade, urbanização, infraestrutura e equipamentos sociais. A construção traz desenvolvimento para a região Norte, movimentando o comércio desse bairro, além de gerar centenas de empregos. Estou muito feliz e realizado, as casas estão num excelente ritmo”.

Para o chefe do Executivo, a região Norte tem tido destaque na expansão urbana, com casas populares já entregues (Conjunto Habitacional Trieste Cavichioli) e o Distrito Industrial. “São vários exemplos, no distrito de Padre Nóbrega, a Prefeitura realizou o recapeamento, operação tapa buracos, reformou a Unidade Básica de Saúde, está em fase de conclusão uma ampla reforma da Emei Branca de Neve e o nosso objetivo é de sempre avançar, melhorar os equipamentos sociais, os acessos, a Avenida República que liga a zona Norte à região central, porque realmente essa região vai crescer muito após a entrega das 1.371 casas”, ressaltou Vinicius.

O residencial foi possível através de uma parceria da Prefeitura com o governo federal, por meio do programa Minha Casa Minha Vida, para atender a chamada faixa dois, famílias que possuem renda de R$ 1,5 mil a R$ 5 mil. Em tese, será possível enquadrar bastante gente e a demanda da necessidade pode ser percebida pelos interessados, afinal, 8 mil pessoas fizeram a inscrição para esse empreendimento, segundo a Prefeitura.

A  área total do residencial é de 661.301,00 m² e o acesso será feito pela Avenida República. Está previsto no plano viário do município a construção de uma avenida marginal e também a readequação do dispositivo de acesso ao bairro de Padre Nóbrega e a implantação de uma passarela para pedestres sobre a SP-294, oferecendo mais opções de acesso ao novo bairro.

Cada terreno do residencial terá em média 166 m² cada. As casas medirão 45,47 m² de área construída, com sala, banheiro e cozinha com azulejo, dois dormitórios, laje, pisos cerâmicos em todos os ambientes e área de serviço coberta, totalizando 62.339,37 m² de área construída em todo o empreendimento.

O engenheiro responsável pela obra, Rogimar Trevisol, falou sobre a obra. “O prazo contratual de construção é setembro de 2016, porém o andamento está tão bom que estamos antecipados em aproximadamente um mês. Cerca de 300 pessoas trabalham no canteiro de obras, num clima ótimo, sem registro de acidentes. Será um grandioso conjunto habitacional, bonito e com excelente qualidade”, destacou o engenheiro, que estava acompanhado do presidente da construtora, Grupo Pacaembu, Eduardo Almeida.

Entre na conversa...