18 de September de 2018

Associações comerciais se mobilizam na região a favor do Impeachment

Videoconferência realizada entre o presidente da Facesp, Alencar Burti, e o vice Libânio Nunes, acertam campanha. Foto: Divulgação.
Videoconferência realizada entre o presidente da Facesp, Alencar Burti, e o vice Libânio Nunes, acertam campanha. Foto: Divulgação.

O vice presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Libânio Victor Nunes de Oliveira está encaminhando aos demais 20 presidentes de associações comerciais do centro oeste paulista, que formam a Região Administrativa de número 15 da federação, um amplo material diversificado de propaganda a ser utilizado pelas associações comerciais, sobre a grave crise política instalada no Pais, com graves consequências no comércio em geral. “A mobilização das entidades de classe nesse momento é importante para a sociedade de um modo geral”, disse o dirigente que e o atual presidente da Associação Comercial e Industrial de Marilia. “Não dá mais pra se calar. Passou dos limites”, desabafou.

No material produzido pela federação estão documentos importantes como uma carta aberta para a população do presidente Alencar Burti, da Facesp, banner para ser publicado nos sites de cada associação comercial, imagens para serem utilizadas nas redes sociais, dentre outros materiais publicitários. “A ideia é que cada associação comercial utilize das redes de contatos que tem para propagar a posição da entidade, diante da dificuldade que o setor empresarial vem tendo”, explicou Libânio Victor Nunes de Oliveira.

O desejo do “impeachment” da presidência da república vem crescendo, principalmente diante do avanço do desemprego e do esvaziamento das lojas, conforme destaca o presidente da Facesp, Alencar Burti, na carta escrita e publicada. O movimento das associações comerciais apresenta, também o chamado “Mapa do Impeachment”, no site do “Movimento Vem pra rua”, que organiza todos os 513 deputados federais e os 81 senadores de acordo com as opiniões deles sobre o processo de impeachment. “A população precisa se envolver e se informar sobre essa situação importante para o País”. defendeu Libânio Victor Nuns de Oliveira.

Outra questão apresentada por este movimento e quanto a relação direta da população com os deputados e senadores. “Vamos disponibilizar os contatos de todos eles para que os eleitores possam pressiona-los no sentido de terem uma posição mais firme sobre o caso”, comentou o vice presidente da Facesp e presidente da Acim que começa distribuir o material para as cidades de: Assis, Quatá, Maracaí, Tarumã, Cândido Mota, Echaporã, Paraguaçu Paulista, Rinópolis, Parapuã, Tupã, Pompeia, Marília, Garça, Bastos, Santa Cruz do Rio Pardo, Bernardino de Campos, Ipaussu, Chavantes e Ourinhos.

Para o dirigente mariliense e regional qualquer atividade que a associação comercial local fizer será importante. “Não podemos é não fazer nada e nem deixar de tomar uma posição”, comentou Libânio Victor Nunes de Oliveira que está estimulando as entidades da região para que façam algo, utilizando ou não esse material disponível. “Quem quiser e puder criar um material específico sobre o assunto pode e deve criar e propagar”, estimulou o presidente da Acim e vice presidente da Facesp. “A orientação é que algo seja feito para mostrar a insatisfação, dentro da ordem, do respeito e do bom sendo”, ressaltou o dirigente que vem mantendo contato com todos os presidentes de associações comercial do centro oeste paulista.

Entre na conversa...