Você acredita em uma Brasil sem corrupção?

O Brasil encontra-se mais uma vez em uma encruzilhada maldita. Continuar com a Lava Jato e avançar sobre Eduardo Cunha, Renan Calheros, José Sarney e Romero Jucá, a cúpula do PMDB, partido do presidente em exercício Michel Temer, ou esfriar?

Em limites, prosseguir pode custar o próprio Governo Temer, e a volta de Dilma. Esfriar pode custar tudo o que foi feito até o momento para combater sistematicamente a corrupção e impor a diminuição da impunidade no país.

Nessa esteira, há muitos outros que já estão na mira de Sérgio Moro, como o próprio ex-presidente Lula e uma boa parte da cúpula do PP, partido do velho corrupto Paulo Maluf.

O delegado da Polícia Federal Márcio Anselmo é um ferrenho defensor das investigações. Ele descobriu essa ação de marketing da Chocolate Lugano que toca na ferida de todo o problema, já que a participação da sociedade civil tem tido um papel fundamental em pressionar as autoridades competentes pelo fim da corrupção. E eu acredito que esse tipo de campanha de venda estimule positivamente a reflexão sobre corrupção e impunidade.

E então, “Você acredita em uma Brasil sem corrupção?” Além de comprar um chocolate na “boa vontade”, você também pode escrever à um deputado federal e exigir que eles votem as 10 Medidas de Combate à Corrupção.

Ação da chocolataria Lugano. Foto: Facebook.
Ação da chocolataria Lugano. Foto: Facebook.
Sobre Beto Cavallari 181 Artigos
Sou editor do jornal online MG e escrevo sobre política, cultura, tecnologia e educação.

Entre na conversa...