22 de October de 2018

Agronegócio por Mauricio Picazo Galhardo

Na primeira semana de julho (de 2 a 6), o mamão formosa voltou a se valorizar nas principais regiões produtoras – especialmente no norte de Minas Gerais e no oeste da Bahia, onde os preços mais elevados foram registrados.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, além da oferta controlada nessas praças, este cenário foi favorecido pela comercialização em centros com menor concorrência.

Com isso, na região mineira, a variedade foi vendida por R$ 0,96/kg, valor 35% superior ao da semana anterior – valores similares foram observados, inclusive, no oeste baiano.

Apesar de essa elevação no preço do mamão indicar uma possível normalização no comércio, muitos fatores ainda prejudicam o reestabelecimento do mercado, como as férias escolares, o inverno e a maior presença de frutas graúdas (principalmente no norte do Espírito Santo).

Fonte: Cepea/Hortifruti – www.hfbrasil.org.br

Entre na conversa...