Evite as ‘armadilhas’ dentro de casa

Foto: Blog/UOL.

Para muitos estar em casa é sinônimo de segurança. Mas, mesmo dentro dos lares é importante tomar certos cuidados para evitar quedas e ferimentos em crianças e idosos. “O interior de residências, ao contrário do que muitos pensam, pode causar diversos acidentes”, explica Willian Delfino Pereira, docente da área de segurança e saúde do trabalho do Senac Marília.

E onde se escondem os perigos? “Os acidentes mais comuns são as quedas, intoxicações por produtos químicos e queimaduras, que podem causar danos mais graves, por isso é importante realizar ações para a prevenção. O fundamental é agir de forma preventiva e evitar ao máximo se expor aos riscos”, orienta o docente.

Segundo William, para evitar as queimaduras na cozinha não deixe que cabos de panelas e frigideiras estejam para fora do fogão. “É uma atitude simples, mas capaz de evitar um problema que gera muita dor e pode ocasionar feridas mais sérias”, explica.

As crianças naturalmente são atraídas por cores, que também encontrados em recipientes e produtos químicos usados para a limpeza. “Isso é um parque de diversão para as crianças”, afirma o docente. E, por desconhecimento dos riscos, os pequenos entram em contato com essas substâncias, até mesmo pela ingestão.

“Isso pode ser evitado dificultando o acesso aos produtos”, orienta William. Mantenha produtos químicos em armários altos e trancados. “Além disso, locais que apresentam riscos, como piscinas, também devem ter o acesso dificultado”, indica.

Já as quedas dentro de casa são mais frequentes aos idosos. “Pisos antiderrapantes e tapetes especiais podem evitar esses acidentes, principalmente em banheiros, onde os riscos são maiores”, explica.

Mas, apesar de todos os cuidados, se algum acidente ocorrer, o melhor caminho é evitar o desespero. “Nos Estados Unidos técnicas de primeiros socorros são aprendidas na escola, aqui isso não ocorre, o que gera muita desinformação”, relata Willian. E, muitas vezes por desconhecimento, entram em cena as famosas receitas caseiras.

“Atitudes como passar pasta de dentes em queimaduras, tomar leite em caso de intoxicação, são totalmente desaconselháveis”, alerta o docente. Em casos de queimaduras a indicação é colocar o ferimento em água corrente.

Em quedas, evite mexer na vítima. E para as intoxicações, busque ajuda munido das informações do produto que gerou o acidente. “Leve a embalagem do produto ao médico, isso agiliza o socorro e pode minimizar os danos”, explica.

“Lembre-se: caso você não tenha conhecimento sobre como agir, facilite ao máximo o socorro e procure ajuda dos Bombeiros e do Samu”, orienta William. “Por isso os telefones 193 e 192 devem estar sempre visíveis em todas as casas, uma atitude simples que infelizmente ainda é pouco comum”, finaliza o docente.

Aprenda técnicas de salvamento

Aos interessados em conhecer os procedimentos de socorro para os diversos tipos de acidentes, o Senac Marília oferece o curso Primeiros Socorros, com 16 horas de duração e início de aulas previstos para 18/1. Informações sobre inscrições podem ser obtidas diretamente na unidade, localizada na rua Paraíba, nº 125, Centro, pelo telefone (14) 3311-7700, ou no Portal www.sp.senac.br/marilia.

Sobre Gabriela Donatto 82 Artigos

Jornalista responsável é Gabriela Donatto, da Lettera Comunicação Estratégica. O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) é, desde sua criação, em 1946, o principal agente da educação profissional voltada para o Setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Entre na conversa...