Agronegócio: Empresa de rações inaugura fábrica de R$ 25 milhões em Lindoia confiando na pujança do setor

Secretário participou da inauguração em Lindoia no sábado - Foto: Divulgação

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, participou no último sábado, 8 de outubro, em Lindoia, da inauguração da nova fábrica da Qualy Nutrição Animal, destacando a novidade como estratégica para o produtor rural paulista. A empresa investiu R$ 25 milhões na nova planta, que gerará 120 novos empregos diretos e 600 indiretos.

Fabricante de rações para ovinos, bovinos de leite e de corte, suínos, aves, coelhos e equinos, a Qualy abre suas novas portas com a novidade de produzir também para a piscicultura e o segmento pet. “A Secretaria de Agricultura está prestes a dar um passo que vai dinamizar o setor de aquicultura. Vocês acertaram em apostar nesta nova linha”, elogiou o secretário ao falar sobre decreto ambiental do governador Geraldo Alckmin para facilitar a implantação de criações comerciais de peixes no Estado de São Paulo.

Arnaldo Jardim: esta inauguração é estratégica para o produtor rural

Arnaldo Jardim: esta inauguração é estratégica para o produtor rural

Para Arnaldo Jardim, “esta inauguração é estratégica para o produtor rural paulista. Da parte do governador Geraldo Alckmin eu aplaudo vocês por esse espírito empreendedor”, elogiou o secretário, destacando o grande investimento feito pela Qualy em modernas e sustentáveis instalações – além da aquisição de equipamentos de ponta, que garantem altos níveis de eficiência na produtividade – mesmo em tempos de economia delicada.

Empreendedorismo confirmado pelo sócio-diretor Marcos Guimarães. “Nunca deixamos de acreditar no mercado, mesmo em tempos de crise. Cada detalhe da nossa fábrica foi pensado para elevar a qualidade e a eficiência de nossos produtos”, revelou, ratificado pelo também sócio-diretor Leandro Sabadini, para quem “esta nova fábrica representa nossa incansável busca pela satisfação de nossos clientes”.

As novas instalações começaram a ser elaboradas em 2011 com o objetivo de triplicar a capacidade de produção e adicionar as novas linhas de produtos. A nova planta é sustentável e utiliza, por exemplo, lâmpadas de led para garantir mais eficiência à iluminação – poupando recursos naturais.

Responsável pelo projeto, o engenheiro Fernando Heiser disse que a finalização ocorreu depois de 17 revisões minuciosas do desenho das obras. Ele também destacou a força agropecuária paulista mesmo em tempos de cenário econômico incerto como incentivadora da inauguração. “Esta fábrica está sendo inaugurada em um tempo onde ouvimos falar de fábricas fechando, postos de trabalho perdidos”, apontou.

Dados divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações) apontam que, no primeiro semestre de 2016, a demanda por rações industrializadas avançou 3,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Entre na conversa...