24 de June de 2019

Agentes de saúde realizam ações educativas e de nebulização na área central da cidade

Agente faz nebulização em residência de Marília

A Secretaria Municipal da Saúde, por meio do Setor de Divisão de Zoonoses, está realizando uma série de trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti,  transmissor da dengue. Nesta terça-feira, agentes do controle de endemias promoveram ações educativas e de nebulização na área central e também no Bairro Salgado Filho. As atividades nesta região da cidade vão até sexta-feira (14).

A nebulização é realizada em um raio de 300 metros dos locais que tiveram casos positivos. Consiste na aplicação manual de inseticida, pelas equipes de agentes de controle de endemias, no interior daqueles imóveis onde já foi realizada a visita para o BCC (Bloqueio e Controle de Criadouros), para a eliminação da forma adulta do vetor (mosquito). “Esta é uma ação pontual para eliminar os mosquitos que podem estar contaminados e cuja eficácia é comprometida se as ações de identificação e remoção de criadouros, orientadas pelos agentes não forem realizadas permanentemente pela população”, explica Lupércio Garrido Neto, coordenador do Setor de Divisão de Zoonoses.

Além da aplicação de inseticidas, a Secretaria Municipal da Saúde está promovendo também ações educativas junto à população para orientar na prevenção e controle do mosquito da dengue. “Estamos realizando vários trabalhos educativos com os moradores da cidade. Nos primeiros dias de agosto, as equipes instalaram mosquitófagos e distribuíram materiais de orientação no Jardim Figueirinha. Também fizeram a entrega de materiais educativos nos bairros Barbosa, São Lourenço e Centro. E nesta terça-feira fizemos ainda a exposição de um mosquitófago no Hospital Materno Infantil para divulgar a importância do combate ao mosquito”, destaca Danilo Bigeschi, secretário municipal da Saúde.

Levantamento

Durante as visitas de vistoria aos imóveis, no mês de julho, os agentes de saúde realizaram um levantamento das áreas em que há recipientes com a maior incidência de criadouros do mosquito:

Bairros & Recipientes com maior incidência de larvas

  • Cascata, Lata, pote e frascos – vaso sanitário – vasos de plantas
  • São Miguel, Vaso de plantas – vaso sanitário – lata pote e frascos
  • Bandeirantes, Planta na água – pneu – ralo interno
  • Jd. América, Vaso sanitário – piscina – planta na água
  • Alto Cafezal, Prato de planta – ralo externo – lona
  • Chico Mendes, Lata, pote e frascos – vaso sanitário – ralo interno
  • Jd. Cavallari, Bebedouro de animal – vaso sanitário – ralo interno
  • Jd. Teruel, Vaso de planta – ralo externo – bebedouro de animal
  • Argolo Ferrão, Peças e sucatas – ralo interno – lata pote e frascos

Entre na conversa...