Quem já perdeu a paciência com o meme “Diceme qué se siente”, dos torcedores argentinos?

Jogadores cantam com a torcida após a vitória sobre a Bélgica nas quartas de final (Foto: Thiago Lavinas)

Quem assistiu a algum jogo da seleção Argentina nesta Copa do Mundo deve certamente ter ouvido a versão para a Copa (“Diceme qué se siente”) da música “Bad Moon Rising”, da banda californiana de country rock Creedence Clearwater Revival. Segundo relatou o Globo Esportes sobre a música,

É como um chiclete grudado dentro da cabeça. Escutou? Não esquece mais. Desde que os argentinos invadiram o Brasil para a Copa do Mundo, o hit provocativo “Decime que se siente” é ouvido por todos os lados. 

A letra da música, cantada abertamente por todos os jogadores da seleção dos hermanos, parodia a derrota que tivemos pra eles na Copa de 1990, na Itália, e afirma que Maradona é o melhor jogador do mundo, acima de Pelé.

Brasil decime que se siente (Brasil, me diga o que sente)
Tener en casa a tu papá (Ter em casa o seu pai)
Te juro aunque pasen los años (Juro que mesmo que passem os anos)
Nunca nos vamos a olvidar (Nunca vamos nos esquecer)
Que el Diego te gambeteó (Que Diego te driblou)
Que Cani te vacunó (Caniggia os espetou)
Estás llorando esde Italia hasta hoy (Está chorando desde a Itália até hoje)
A Messi lo vas a ver (Messi, vocês vão ver)
La Copa nos va a traer (A Copa vai nos trazer)
Maradona es más grande que Pelé (Maradona é melhor do que Pelé)

O clima entre as torcidas esquentou após a derrota brasileira para a Alemanha e durante o jogo da Argentina contra a Holanda, ambos pelas semi finais da Copa do Mundo. Alguns focos de violência foram reportados e a segurança no domingo, para a grande final será aumentada, isso porque espera-se um grande número de brasileiros ao jogo entre Argentina e Alemanha.

Torcendo para que a violência perca e que a provocação, a brincadeira entre grandes rivais no futebol vença, segue a versão “Argentina, diceme qué se siente”, feita com exclusividade para o Marília Global.

Sobre Beto Cavallari 181 Artigos
Sou editor do jornal online MG e escrevo sobre política, cultura, tecnologia e educação.

Entre na conversa...