20 de September de 2018

“Pensando na anarquia jurídica de nosso país. Insatisfeito.”

Advogado mariliense, Júlio Brandão. Foto: Rede Social
Advogado mariliense, Júlio Brandão. Foto: Rede Social

A batalha jurídica entre o juiz federal Sergio Moro e o desembargador do TRF-4 Rogério Favreto parou o Brasil nesse domingo (08) pós eliminação da seleção canarinho na Copa da Rússia.

Lula perdeu juridicamente. Entretanto, analistas políticos dizem que o petista saiu vitorioso politicamente.

Essa insegurança jurídica é profundamente danosa ao país. Jurisprudências da Suprema Corte e decisões colegiadas estão sendo ignoradas por decisões monocráticas, individuais, de membros das cortes brasileiras.

O respeitado advogado mariliense, Júlio Brandão, se manifestou sobre o fato na rede social Facebook.

“Pensando na anarquia jurídica de nosso país. Insatisfeito.”

Brandão já foi mantenedor da Santa Casa de Misericórdia de Marília e presidente da OAB Marília.

Se o atual cenário jurídico deixou até um jurista mais experiente perplexo, imaginem o estado de espanto e insegurança do país leigo nos meandros jurídicos.

Bota insatisfação nessa politização escancarada do judiciário!

Entre na conversa...