21 de October de 2018

Principal Festa do Peão do Brasil foi alvo de fiscais do Trabalho

Vista aérea da arena em Barretos
Vista aérea da arena em Barretos

Fiscais do Ministério do Trabalho encontraram irregularidades na montagem das estruturas móveis da principal Festa do Peão no Brasil. Eles interditaram diversas atividades do Parque do Peão, em Barretos (SP).

De acordo com a assessoria do Ministério do Trabalho, os motivos da fiscalização são riscos à saúde e à segurança dos empregados. Eles atuam no combate ao trabalho escravo e estão desde o último sábado (4) no local. A equipe verifica as condições dos trabalhadores que fazem a montagem das estruturas móveis utilizadas no decorrer do evento.

Foram interditados os andaimes, sem os requisitos mínimos de segurança, como guarda-corpo, rodapé, forração completa e escadas; carpintaria e serralheria, com risco de explosão, devido à utilização de inflamáveis em área com instalações elétricas improvisadas; e as tendas de lona, montadas a 10 metros do solo sem procedimentos adequados para o trabalho em altura.

Também foi interditado um alojamento rachaduras nas paredes e instalações elétricas improvisadas, sem sanitários ou local adequado para refeições. Ali eram abrigados 12 trabalhadores, vindos do Ceará, contratados sem registro em carteira para atividades de construção civil.

As atividades deverão ser retomadas após uma inspeção em que se verifique que as adequações determinadas pelos fiscais foram adotadas. Essa ação foi coordenada pelo auditor fiscal Magno Riga.

Entre na conversa...