19 de August de 2018

Marília está na “lista negra” do João

Candidato ao Governo colocou atual prefeito de Marília na "lista negra"
Candidato ao Governo colocou atual prefeito de Marília na "lista negra"

O Painel da Folha de São Paulo de domingo (5), assinado pela jornalista Daniela Lima, revelou que João Doria (PSDB) não curtiu a manobra política do atual prefeito Daniel Alonso (PSDB). Por isso, Doria colocou o prefeito de Marília em sua “lista negra”, afirmou a jornalista.

Em 2016, para sair candidato a prefeito pelo PSDB, Daniel prometeu total apoio ao vereador Wilson Damasceno (PSDB) nas eleições de 2018. Damasceno é candidato a deputado estadual.

Acontece que após a vitória nas eleições, Daniel parece ter se intoxicado com o poder e fechou as portas da Prefeitura a Damasceno e ao PSDB, e se juntou ao PR (Partido Republicano) do Capitão Augusto (deputado federal). Pior ainda para os tucanos. Pois Daniel lançou a própria filha como candidata em 2018 pelo PR.


Leia também,

Eleitor paulistano não se esquece da promessa de Doria

O estranho caso da instalação de radares em Marília, 2


O sentimento de traição provocado por essa manobra de Daniel já era conhecido em Marília. Porém, com o apoio do PR a candidatura de Márcio França (PSB) ao Governo do Estado, Daniel acabou entrando na “lista negra” do candidato tucano ao Palácio dos Bandeirantes, João Doria. E líder nas pesquisas de intenção de voto.

Durante a pré-campanha, Doria travou uma disputa áspera com o atual governador. França assumiu o Governo após a saída de Alckmin no primeiro semestre para concorrer ao Palácio do Planalto.

Entre na conversa...