Bolsonaro se empolga com adoradores mas vai de cara no chão

Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC). Foto: G1.

A linha que divide a política e a cultura pop é cada vez mais fina. Isso porque o marketing e a adoração política formam um casamento perfeito para muitos políticos. Na semana passada, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), confundiu um comício político com um show de rock.

O polêmico deputado, que é objeto de Comissão de Ética na Câmara, resolveu pular de cima do carro de som em cima de um grupo de adoradores cariocas. Em shows de rock, o movimento é chamada de “mosh”. O problema foi que o grupo abriu a roda e Bolsonaro caiu de cara no chão.

Ele se levantou imediatamente e, mesmo sem graça, continuou o comício, sorrindo e acenando.

Tudo isso poderia ter sido evitado se o nobre deputado tivesse escutado o ator Paulo Cesar Rocha, o “Paulo Cintura” da Escolinha do Professor Raimundo. Paulo Cintura até tentou fazer o deputado desistir da ideia, mas em vão.

O “mosh” equivocado aconteceu na última sexta-feira (1º) e viralizou nas redes sociais nesta semana.

Entre na conversa...