24 de September de 2018

Museu de paleontologia atrai turismo e é atração nestas férias

Família de Curitiba visita o Museu

O Museu de Paleontologia de Marília se transformou num dos principais pontos turísticos da cidade. Agora em julho, em razão do recesso escolar, o movimento de visitantes aumentou consideravelmente. São visitantes querendo acompanhar a exposição de fósseis de dinossauros e outros animais pré-históricos coletados em rochas da nossa região.

Uma das principais atrações do museu é a exposição “Um encontro com o Dino Titã de Marília”, que mostra, através de painéis, fotografias e alguns fósseis. Os resultados obtidos recentemente com as escavações do esqueleto semi articulado de um titanossauro, que após ter seus ossos retirados do local e analisados preliminarmente, revelou-se um dos mais completos titanossauros já coletados no Brasil.

De acordo com o paleontólogo William Nava, diversas famílias acompanhadas por crianças tem visitado o museu, atraídas pela chance de ver de perto um osso de dinossauro, fotografá-lo e até mesmo tocar nesse material.

Já visitaram o museu nestes primeiros dias do mês, pessoas de Americana, Bauru, Ribeirão Preto, São Paulo, Apucarana, Maringá, além de Sobral (CE) e Rio de Contas (BA) dentre tantas cidades, movimentando o turismo da cidade.”Estamos recebendo um público bastante diversificado , e muitos afirmam estar vindo à Marília somente para apreciar os fósseis, pois é o desejo do filho, ou a curiosidade até da própria família, que não tem esse tipo de atrativo em sua cidade” afirmou o paleontólogo.
A família Linzing, de Curitiba no Paraná, ficou encantada com o museu. Os filhos Arthur e Vithor queriam ver de perto um osso de dinossauro. Como Curitiba não dispõe de espaço paleontólogo, os pais não pensaram duas vezes: “Vamos à Marília”.

Na chegada ao museu, ficaram  encantados. Permaneceram um bom tempo e fizeram dezenas  de fotos.

A cada informação sobre os dinossauros,   ficavam cada vez mais curiosos. Após a visita, William Nava ainda mostrou-lhes uma das belezas naturais que rodeiam Marília: o vale do Barbosa (ou dos Dinossauros) na Via Expressa,  com seus paredões de arenito vermelho. Observando o vale e as encostas,  o pai dos meninos, Roberlei, que é engenheiro elétrico e trabalha na Copel, associou a paisagem à região de Vila Velha, perto de Ponta Grossa, que também apresenta formações geológicas muito interessantes, e é famoso ponto turístico, conhecido em todo o Brasil. E terminou dizendo que Marília tem um potencial turístico enorme, mas adormecido, e que deveria  explorar melhor os dinossauros e essas lindas paisagens, com diferentes cenários formados ao longo de milhões de anos.
Levaram como souvenirs de Marília, o gibi Poesia no Museu de autoria de Mário Milani e Nava, um dino ímã de geladeira, pequenos fragmentos de fósseis e algumas matérias de jornais registrando descobertas de fósseis na região de Marília.

Durante as férias, o Museu de Paleontologia atende no horário normal, de segunda à sexta, das 8h00 às 17h30, estando fechado apenas para o  almoço, entre 12h00 e 13h00.

Entre na conversa...