24 de June de 2019

Diretoria da Acim visita o local onde será instalada a unidade do Sesc em Marília

Parte da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), esteve visitando, rapidamente, o local das futuras instalações da unidade de Marília do Serviço Social do Comércio (Sesc) da Federação do Comércio (Fecomercio), no Jardim Portal do Sol, entre as ruas Pedro Seren e Antonio Galina. “Uma obra importante para a classe comercial da cidade e região”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira ao tomar conhecimento dos detalhes da futura unidade, em companhia do presidente do Sincovam (Sindicato do Comércio Varejista de Marília), Pedro Pavão que explicou todo o projeto a ser desenvolvido numa área de 51 mil metros quadrados, dos quais 21 mil metros serão destinados à construção civil.

Na visitação os diretores da Acim foram informados de detalhes sobre a área de preservação ambiental, ao lado de uma dos sete itambés que circundam a cidade, onde foram plantadas milhares de árvores, como forma de manutenção da área nativa que será mantida pelo projeto desenvolvido para a construção do Sesc de Marília. “A área foi doada pelo município, depois da aprovação pela Câmara Municipal e agora a Federação do Comércio do Estado de São Paulo torna realidade, a instalação da unidade do Sesc em Marília, num investimento de até R$ 50 milhões”, disse Pedro Pavão aos diretores da associação comercial mariliense. “Além do benefício para a classe comercial, após a conclusão do prédio, durante a obra haverá grande movimentação econômica na construção civil com geração de empregos e renda, beneficiando amplamente o comércio da cidade”, comentou o diretor da Acim, João Gonçalves, presente na visita realizada.

Na opinião do superintendente da Acim, José Augusto Gomes, sempre foi um desejo da classe empreendedora local contar com uma unidade do Sesc, o que vem se tornando uma realidade, uma vez que, na construção do prédio, haverá espaço para oficinas profissionais e várias atividades profissionalizantes, bem como teatro e biblioteca no segmento educacional e cultural, como na área esportiva, haverá ginásio de esportes coberto, piscinas e quadras poliesportivas. “Já se observa mudança nesta região da cidade, com o terreno sendo cercado com muro e calçada, depois do serviço de sondagem de solo, e placas explicativas”, disse o dirigente da Acim ao tomar conhecimento da realização de um concurso arquitetônico que definirá o projeto e a previsão do início da obra é para 2016.

Para o presidente da associação comercial com uma unidade do Sesc em Marília, a classe empreendedora será melhor assessorada. “A indústria conta com o Senai e o Sesi, enquanto que o comércio contará na plenitude com o Senac e o Sesc”, comparou Libânio Victor Nunes de Oliveira ao lembrar que essas unidades na cidade só fortalecem o ponto de vista de que Marília é considerado pólo regional do comércio e da indústria. “Não tenho dúvidas de que será um atrativo para novos empreendimentos e o crescimento do desenvolvimento empresarial da cidade”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira surpreso com a grandiosidade da obra. “Certamente uma obra que será referência estadual, e porque não nacional”, elogiou.

Entre na conversa...