Prefeitura irá contratar segurança armada para obra paralisada

Jornalista Hailton Medeiros esteve no canteiro de obras na bacia do Pombo, no extremo Oeste de Marília, e apurou o descaso.
Jornalista Hailton Medeiros esteve no canteiro de obras na bacia do Pombo, no extremo Oeste de Marília, e apurou o descaso.

A Prefeitura de Marília abriu licitação a fim de contratar empresa para prestar serviços de vigilância armada para proteção das obras de implantação das estações de tratamento de esgoto das Bacias do Barbosa e do Pombo. Porém, essas obras estão paralisadas desde o final do ano passado.

De acordo com o edital de licitação, os serviços serão contratados por seis meses. A segurança será realizada 24h, durante toda a semana, por profissionais equipados com armas letais e devidamente uniformizados. A licitação é feita em modo de pregão presencial e o valor máximo a ser pago pela Prefeitura é de R$ 271 mil.

As atividades a serem executadas pelos seguranças são: atendimento e acompanhamento de visitantes, manuseio de arma de fogo ou arma branca sempre que necessário e atuação em situações emergenciais, utilizando e acionando os meios disponíveis.

A abertura dos envelopes contendo as propostas das empresas interessadas em participar do processo licitatório será realizada no dia 15 de março a partir das 09h na Divisão de Licitação da Prefeitura.

Sobre Marília Transparente 434 Artigos
Organização Não Governamental sem fins lucrativos e político-partidários, que visa transparência na gestão pública.

Entre na conversa...