UTI Neo-Pediátrica terá novos equipamentos para ampliar segurança de crianças e bebês recém-nascidos

Setor conta com dez leitos, sendo dois para bebês com até 28 dias de nascimento. Foto: Divulgação.
Setor conta com dez leitos, sendo dois para bebês com até 28 dias de nascimento. Foto: Divulgação.

A UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neo-pediátrica da Santa Casa de Misericórdia de Marília contará com novos equipamentos para melhorar o atendimento e ampliar a segurança de crianças e recém-nascidos. O investimento de R$ 200 mil em incubadoras, berços aquecidos e outros aparelhos foi garantido por meio de emenda parlamentar indicada em 2014 pelo médico e ex-deputado Eleuses Paiva (PSD), durante exercício do recente mandato.

[contextly_auto_sidebar]O Ministério da Saúde confirmou a liberação dos recursos e o próximo passo é a elaboração e publicação do edital para cotação e compra dos equipamentos. O processo para aquisição é feito de forma conjunta pelo setores de engenharia clínica e captação de recursos do hospital.

A unidade contemplada conta com dez leitos, sendo seis exclusivos para bebês com até 28 dias de nascimento. Serão adquiridos dois berços aquecidos, uma incubadora de transporte e outra estacionária, três equipamentos de fototerapia (bilitron-LED), um ventilador de transporte e um aparelho de raio-x portátil.

A médica Cristiane Bende Mustafá, intensivista coordenadora da UTI Neo-pediátrica, explica que os novos recursos vão ampliar a segurança no atendimento. “Hoje usamos, por exemplo, uma incubadora estacionária também para o transporte. Com essas novas aquisições, teremos uma específica para o trânsito interhospitalar”, explicou.

A superintendente da Santa Casa de Marília, Kátia Ferraz Santana, reiterou que o investimento do Fundo Nacional de Saúde é carimbado, ou seja, está vinculado ao projeto cadastrado pelo hospital. “As instituições beneficiadas com as emendas não podem, por exemplo, usar estes recursos para aquisição de insumos, pagar energia elétrica ou funcionários. O Poder Público já estabelece que o objetivo dessa fonte é atualizar os equipamentos”, disse.

A diretoria agradeceu o empenho do médico Eleuses Paiva, liderança política de destaque no interior paulista e deputado federal por dois mandatos. O provedor da Santa Casa, empresário Milton Tédde, destacou a preocupação do ex-parlamentar com a saúde da população.

“Já tivemos a satisfação de receber o Dr. Eleuses aqui no hospital. Ele conheceu as nossas instalações e sabe que a UTI Neo-Pediátrica é um setor muito importante para a Santa Casa de Marília. Somos gratos aos homens públicos que reconhecem a importância de apoiar as instituições filantrópicas da saúde”, disse o provedor. Entre 2010 e 2014, o deputado destinou mais de R$ 700 mil em recursos federais para o hospital.

A Santa Casa de Marília

A instituição filantrópica é referenciada pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em alta complexidade e média complexidade. Realiza cirurgias e procedimentos especializados nas áreas de cardiologia, ortopedia, oncologia, entre outras especialidades.

Em nefrologia, a Santa Casa presta atendimento diário na hemodiálise e diálise, além de transplantes renais. Conta com serviços referenciados no setor de hemodinâmica, atendendo, inclusive, as urgências e emergências cardiológicas pelo SUS mediante encaminhamento pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Corpo de Bombeiros.

 

Entre na conversa...