7 de December de 2019

Manifestantes fazem protesto contra Herval Seabra, durante sessão da Câmara

Manifestação

Protestos contra o vereador Herval tem acontecido na Câmara desde que ele foi condenado pela Justiça
Protestos contra o vereador Herval tem acontecido na Câmara desde que ele foi condenado pela Justiça

Um grupo pequeno de manifestantes fez um protesto na noite desta segunda-feira na Câmara Municipal, pedindo a saída do vereador e presidente Herval Rosa Seabra (PSB). O parlamentar foi condenado em primeira instância por envolvimento em caso de desvio de quase R$ 5 milhões do Legislativo, juntamente com o ex-diretor Toshitomo Egashira. A Sessão Ordinária chegou a ser suspensa, quando o grupo começou a cantar músicas e falar palavras de ordem, pedindo a saída do vereador.

A manifestação aconteceu por volta das 18h25, quando Seabra chamou o vice-presidente Marcos Rezende (PSD) para assumir a presidência. Antes que Rezende se sentasse na cadeira, o grupo começou a gritar. Pela transmissão da sessão, via TV Câmara, não foi possível ouvir direito o que diziam. Em um dos trechos, eles falavam “fora Herval, fora Herval”. Em outro, eles entoaram uma música com as falas: “roubar R$ 5 milhões, e o … (sic).. que vergonha, que vergonha deve seeeerrrr”.

Neste instante, Seabra suspendeu a sessão por cerca de 10 minutos. Logo após esse tempo, ele voltou a reabrir os trabalhos (e a transmissão da TV Câmara). Ele salientou, ao retomar a sessão, que os manifestantes poderiam continuar nas galerias, com suas faixas e fazendo seu protesto silencioso. “Essa Casa vai respeitar o direito de manifestação de vocês. Mas eu peço que vocês cumpram o Regimento Interno, que impede a manifestação das galerias”, explicou. A Sessão Ordinária terminou às 19h30, com três projetos aprovados e um adiado com pedido de vistas.

Entre na conversa...