19 de August de 2018

Sindimmar deverá ter diretor provisório a partir de hoje

Diretor provisório do Sindimmar, o metalúrgico Irton Siqueira.
Diretor provisório do Sindimmar, o metalúrgico Irton Siqueira.

Os servidores municipais vivem um difícil processo para eleger presidente e diretoria do Sindimmar (Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos Municipais de Marília).

O fato mais recente ocorreu na segunda-feira (30). A juíza Paula Jacqueline Bredariol de Oliveira determinou um diretor provisório para assumir o Sindicato. O nome escolhido foi o de Irton Siqueira, presidente do Sindicato dos Metalúrgico de Marília e Região.

Entenda

A justificava da juíza Bredariol de Oliveira se baseou na indefinição do processo eleitoral. Este se arrasta por uma série de polêmicas. Começou com a Força Policial na porta do Sindicato no dia de registro das chapas, sumiço de urnas de votação, pedidos de liminares por parte da oposição, decisão para abertura de conta judicial e até acusação de traição por parte do atual secretário da Fazenda, Levi Gomes.


Leia também,

“Mais uma facada desse Governo que se elegeu as custas dos servidores”

“É incompetência mesmo”, afirma radialista sobre pagamento a Sindimmar


 

Diante desse quadro, e com o mandato do atual presidente Mauro Cirino se encerrando ontem (31), a juíza optou por uma pessoa de fora do quadro dos servidores municipais.

Uma vez que a decisão veta a continuidade de Cirino ou a entrada do opositor Osvaldo Emidio da Silva, requerente em pedido de liminar, como administradores interinos do Sindicato.

Irton deveria assumir a partir de hoje. Entretanto, em entrevista ao Giro Marília, o sindicalista disse que ainda não foi notificado pela Justiça. Ele irá aguardar a notificação para se posicionar sobre os seus atos à frente do Sindimmar.

Entre na conversa...